PIAZZA DI SPAGNA - ROMA

PIAZZA DI SPAGNA

A Piazza di Spagna, aos pés da escadaria de Trinità dei Monti, deve o nome à localização da embaixada de Espanha, que aqui se encontra. Nesta praça está a Fontana della Barcaccia. A Praça de Espanha é conhecida internacionalmente por ser palco de inúmeros desfiles de Moda, cujos ateliers se encontram aqui perto, e são frequentados por vários modelos.

PIAZZA NAVONA

PIAZZA NAVONA - A MAIOR E MAIS BELA.

A Piazza Navona encontra-se no local onde o imperador Domiciano mandou construir um estádio para a corrida de carros, com um lado direito e outro curvo. Ainda é possível ver uma parte na piazza di Tor Sanguigna e, até 1500, nela se podia assistir a combates de animais. É considerada o mais famoso exemplo de continuidade em planejamento urbano de Roma. Sua forma longa e retangular, com as extremidades estreitadas ao norte, retém a forma do estádio (stadium) ou seja 240m x 65m, construído por Domiciano entre 96 e 81 d.C. para jogos e competições, que mais tarde abrigou lutas contra animais e entre gladiadores. Os edifícios ao seu redor erguem-se nos terraços ou alicerces das antigas cáveas, onde podiam sentar-se 30 mil espectadores. O nome "Navona" diz-se derivar de "in agone" ou "no local de combate" ou de "navis" (navio) dada a forma com uma extremidade arredondada.

A EMBAIXADA BRASILEIRA FICA BEM LOCALIZADA NESSA LINDA PRAÇA NAVONA.

PIAZZA DEL POPOLO ( PRAÇA DO POVO )

PRAÇA DO POVO

Piazza del Popolo

 

Antigamente, os viajantes que chegavam pelo Norte da cidade entravam na cidade pela Porta del Popolo (a antiga Porta Flaminia), que se interpõe à entrada da via Flamínia na cidade. Mo meio do século XVI o papa Pio IV encarregou Nanni di Baccio Bigio de uma nova fachada para a antiga Porta, rebatizada em homenagem à vizinha igreja de Santa Maria del Popolo. O desenho da Porta imita um arco triunfal romano, com arco único. O lado voltado para fora da cidade está adornado com antigas colunas e as imagens de São Pedro e São Paulo. Quando a rainha Cristina da Suécia veio a Roma, em peregrinação, o papa Alexandre VII encomendou a Gian Lorenzo Bernini a fachada voltada para a praça, hoje coroada com o escudo papal, onde uma inscrição que deseja à Rainha uma feliz estada na cidade. Havia inclusive duas torres, demolidas em 1879 para abrir as duas passagens laterais. Praça do Quirinal Imediatamente à direita da Muralha Aureliana, passa-se, deixando-a pela direita, em frente à igreja de Santa Maria del Popolo, e entra-se num oval circunscrito por fontes e leões que vertem água. A praça ramifica-se em três vias (o "Tridente") que penetram na cidade: a Via del Babuino, à esquerda, levará o viajante à Piazza di Spagna (Praça de Espanha); à direita a Via de Ripetta que se comunica com a Piazza Navona e o Panteão de Roma. No centro começa a rua mais cara da cidade de Roma: Via del Corso, com numerosas lojas.

FONTANA DI TREVI ( FONTE DE TREVI )

A MAIS LINDA FONTE BARROCA DO MUNDO

A Fontana di Trevi é a maior (cerca de 26 metros de altura e 20 metros de largura) e mais ambiciosa construção de fontes barrocas da Itália e está localizada no rione Trevi, em Roma. A fonte situava-se no cruzamento de três estradas (tre vie), marcando o ponto final do Acqua Vergine, um dos mais antigos aquedutos que abasteciam a cidade de Roma. No ano 19 a.C., supostamente ajudados por uma virgem, técnicos romanos localizaram uma fonte de água pura a pouco mais de 22 quilômetros da cidade (cena representada em escultura na própria fonte, atualmente). A água desta fonte foi levada pelo menor aqueduto de Roma, diretamente para os banheiros de Marco Vipsânio Agripa e serviu a cidade por mais de 400 anos.

Segundo a lenda, ao jogar uma moeda com a mão direita, pelo lado esquerdo do ombro, de costas para essa fonte, você assegura um retorno a Roma.  E não é que deu certo, depois de 2011, voltamos em 2012, e  a fonte pagou o que me devia.

Todos jogam a moeda, para voltar outra vez a Roma.

NAS RUAS DE ROMA, VOCÊ ENCONTRARÁ MUITAS FONTES.