PALÁCIO REAL DE MADRID

PALÁCIO REAL DE MADRIR

O Palácio Real de Madrid, também denominado de Palácio de Oriente e, durante a Segunda República Espanhola, de Palácio Nacional, é a residência oficial do Rei de Espanha, situado em Madrid, a capital espanhola. Com uma área de 135 000 m² e 4318 quartos, é o maior palácio real na Europa. Foi construído no mesmo local onde se encontrava um outro palácio, denominado de Real Alcázar de Madrid, destruído por um incêndio que durou três dias, no ano de 1734. As obras começaram a 6 de Abril de 1738, quando se lançou a primeira pedra. O seu arquiteto foi Giovanni Battista Sacchetti. O Palácio Real de Madrid continua a ser, oficialmente, a residência do Rei de Espanha, apesar de, na atualidade, o Rei o utiliza somente para ocasiões de gala, almoços, recepções oficiais, entregas de prémios e audiências, já que a Família Real optou por viver num palácio mais modesto, o Palácio da Zarzuela. Os reis consideram que na sua residência do Monte de El Pardo podem preservar a sua intimidade mais facilmente que num palácio com as dimensões do Palácio Real de Madrid. Afonso XIII foi o último monarca a residir permanentemente no palácio, e Manuel Azaña o último chefe de estado a habitá-lo. Os aposentos privados utilizados por Afonso XIII estiveram em estado de semi-abandono durante muito tempo, estando em processo de restauro. Estes encontram-se na denominada Ala de San Gil. Também se projecta a construção de um Museu de Colecções Reais nas proximidades, entre a Plaza de la Armería e la Almudena. Este edifício, em parte subterrâneo, albergará diversas colecções que permanecem armazenadas. Actualmente, o Palácio Real de Madrid é administrado pelo Património Nacional de Espanha, dependente do Ministério da Presidência.

FONTE: WIKIPÉDIA 

PALÁCIO REAL E SEUS JARDINS

O JARDIM REAL

FAMILIA REAL DA ESPANHA

SOMENTE EM ALGUMAS SALAS SÃO PERMITIDOS FOTOS

CATEDRAL DE MADRID - DO LADO DO PALÁCIO REAL

CATEDRAL DE MADRID

A Catedral de Santa Maria a Real de Almudena é a sede episcopal da diocese de Madrid, em Espanha. Tem 102 metros de comprimento e 73 de altura; a sua arquitectura é uma mistura de vários estilos: neoclássico no exterior, neogótico no interior e neorromânico na cripta. 

Foi consagrada pelo papa João Paulo II na sua quarta visita a Espanha, a 15 de Junho de 1993. É a primeira catedral espanhola consagrada por um Papa e a primeira consagrada por João Paulo II fora de Roma. Situa-se no centro da cidade. A fachada principal dá para a plaza de Armería, em frente ao Palácio do Oriente. A porta lateral é acessivél através da calle de Bailén e, a cripta, através da calle Mayor. A diferença desta catedral em relação às demais, é a sua orientação norte-sul, sendo que o habitual é este-oeste; isso foi fruto de sua construção em conjunto com o Palácio Real de Madrid. É feita em pedra de Novelda (Alicante) e granito proviniente de Colmenar Viejo (Madrid). FONTE : WIKIPÉDIA 

VISÃO DA CATEDRAL DA FRETE DO PALÁCIO REAL