PARQUE IBIRAPUERA

PARQUE IBIRAPUERA

O Parque Ibirapuera é um parque urbano na cidade de São Paulo, Brasil. Em 2017, foi o parque mais visitado da América Latina, com aproximadamente 14 milhões de visitas, além de ser um dos locais mais fotografados do mundo. Inaugurado em 1954 com uma área de 158h (390 acres), entre as avenidas Pedro Álvares Cabral, República do Líbano e IV Centenário, o Parque Ibirapuera é um parque tombado e patrimônio histórico de São Paulo. Seus jardins foram desenhados pelo paisagista Otávio Augusto Teixeira Mendes, após o conceito e anteprojeto do paisagista Roberto Burle Marx, a quem foram inicialmente encomendados, encontrarem resistência para sua efetiva realização. Já as construções históricas como os pavilhões que abrigam museus, o auditório, marquise entre outras foram concebidas pelo arquiteto Oscar Niemeyer com projetos estruturais do engenheiro Joaquim Cardozo, e são tombadas pelo Instituto Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.O parque como um todo é tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo.

 

Estrutura:

- Pista de Cooper de 1.500 metros; - Pista de corrida de 6 mil metros, que contorna o gradil do parque; - Ciclofaixa de 3 mil metros; - Campo de futebol de saibro; - Restaurante; - Praça de jogos próxima a sede da Guarda Cívil Metropolitana (GCM), com 5 mesas de pingue-pongue e 6 mesas de xadrez / damas; - Banca de jornais e revistas; - 2 lanchonetes; - 2 Playgrounds; - 7 quadras poliesportivas; - Viveiro Manequinho Lopes; - Divisão de Fauna; - Herbário Municipal; - Planetário Professor Aristóteles Orsini; - Escola Municipal de Astrofísica; - Escola de Jardinagem; - Pavilhão Japonês; - Museu Afro Brasil (Pavilhão Manoel da Nóbrega); - Museu de Arte Moderna (MAM); - Jardim de Esculturas; - Fundação Bienal e Porão das Artes (Pavilhão Ciccillo Matarazzo); - Museu de Arte Contemporânea (MAC – Pavilhão Ciccillo Matarazzo); - Oca (Pavilhão Governador Lucas Nogueira Garcez); - Praça Burle Marx; - Praça da Paz; - Pavilhão Engenheiro Armando de Arruda Pereira; - Universidade Aberta do Meio Ambiente e da Cultura de Paz (UMAPAZ).

PARQUE TRIANON MASP

PARQUE TRIANON MASP

Na minha visão um parque florestal, sem grandes atrações, mas bem preservado em termo de floresta ambiental, trazendo um clima agradável para área de Paulista. O Parque Tenente Siqueira Campos, mais conhecido como Parque Trianon ou Parque do Trianon, foi inaugurado no dia 3 de abril de 1892 na cidade de São Paulo, um ano após a abertura da Avenida Paulista. Foi projetado pelo paisagista francês Paul Villon e inaugurado pelo inglês Barry Parker. No início da década de 1910, no local onde hoje se localiza o MASP, foi construído um belvedere com projeto do arquiteto Ramos de Azevedo, que ficou conhecido como Trianon. Durante as décadas de 1920 e 30, frequentado pela intelectualidade paulistana, o parque e o belvedere transformaram-se em símbolo da riqueza da elite paulistana e formavam um harmonioso conjunto integrado. O nome atual do parque foi dado em 1931 em homenagem a um dos heróis da Revolução do Forte de Copacabana, na Revolta Tenentista. Entre os paisagistas responsáveis pelo projeto do parque está o francês Paul Villon e o inglês Barry Parker. Sua vegetação é composta por remanescentes da Mata Atlântica. Destacam-se grandes exemplares de araribá-rosa, canela-poca, cedro, jequitibá, pau-ferro, sapopemba, sapucaia e tamboril, além de abiurana, andá-açu, camboatás, guaraiúva e tapiá-guaçu. No sub-bosque há espécies exóticas introduzidas como palmeira-de-leque-da-china e seafórtia e mudas de espécies nativas plantadas para enriquecimento florístico. Foram registradas 135 espécies, das quais 8 estão ameaçadas como a cabreúva, o chichá e o palmito-jussara. Com exceção dos aracnídeos e a rãzinha-piadeira, espécie de anfíbio anuro endêmica da Mata Atlântica, pode-se dizer que a fauna do Parque é composta apenas por seres alados, sendo duas espécies de borboletas, sete de morcegos e 28 de aves, representadas por alma-de-gato, pitiguari, quiri-quiri, saíra-amarela e tico-tico. Sanhaçu-de-encontro-amarelo e sabiá-ferreiro constituem as endêmicas do bioma. Durante sua migração, o sabiá-ferreiro faz “escala” no Parque, e pode ser detectado pelo canto de timbre metálico. Destacam-se as borboletas tigrinhas, cujas asas com faixas de laranja e amarelo num fundo preto, lembram um tigre.

 

Rua Peixoto Gomide, 949 - Cerqueira César Prefeitura Regional de Pinheiros

Área: 48.600 m²

Funcionamento: 6h às 18h

 

INFRAESTRUTURA

Trilha do Fauno, playgrounds e aparelhos de ginástica. O destaque fica por conta do “Fauno”, escultura de Victor Brecheret e “Aretusa’, de Francisco Leopoldo Silva.